Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Exercício de escrita

8 de 365

08.01.23

Nunca jogo no Euromilhões porque nunca ganho nada e quando vejo os números não me consigo livrar da sensação de ter deitado dinheiro à rua. Que belo pequeno almoço tinha eu tomado com aqueles dois euros e meio.
Podia vangloriar-me dizendo que não tenho sorte ao jogo porque tenho sorte ao amor, tentando fazer valer essa velha máxima. Mas o que é certo é que o que não falta são pobres almas que não têm sorte numa coisa nem noutra.

Raras vezes me lembro desse grande prémio e mesmo quando passo à porta da papelaria e vejo em letras garrafais os milhões do próximo prémio, nem aí tenho vontade de jogar. Detesto jogos de sorte. As probabilidades estão sempre contra mim. Não confio em coisas ou circunstâncias que me querem fazer acreditar que a minha vida pode melhorar sem trabalho, dedicação e esforço.

É quando tenho tarefas que detesto fazer que me sai um lamento. Se ao menos me saísse a taluda. Demitia-me. Mudava de casa. Mudava de carro. Nunca mais limpava e só cozinhava para meditar com os tachos.
Acontece-me sempre, quando tenho de concluir tarefas que não gosto no trabalho, ou quando os prazos me estão a apertar os calcanhares. Imagino que vou à papelaria e por acaso, nem tinha pesado naquilo, num momento de inocente tentativa, lá pedia ao vizinho que me desse uns números da máquina. Tal como aconteceu àquela estrangeira que há uns anos, não tendo o senhor do supermercado troco para o pão que comprara, para ajudar a homem, pediu que lhe desse o valor do troco num talão da máquina. Ganhou o prémio acumulado.

Nesse sonho acordado eu ganho uma batelada de dinheiro mesmo a tempo de não ter de concluir a tarefa que me anda a moer. Depois vou ao escritório de roupa de praia, seja verão ou inverno, e trato da papelada toda sem tirar os oculos de sol. Só mesmo porque sim. Não dou tempo à casa e, por alguma razão, toca 50 Cent à minha saída.
Dali sigo para uma imobiliária onde compro uma casa com piscina, a qual pago com multibanco sem me preocupar uma só vez com o valor do IMI nem com quantos metros quadrados de chão tem para lavar.